Tag: Fundo de Amparo ao Trabalhador

STJ reconhece que ajuda compensatória para empregado com contrato suspenso não sofre incidência do IR

⠀⠀⠀⠀⠀⠀

A Segunda Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) entendeu que não há incidência de Imposto de Renda (IR) sobre o valor pago a título de ajuda compensatória mensal pelo empregador ao empregado em caso de suspensão do contrato de trabalho, o chamado lay-off.

⠀⠀⠀⠀⠀⠀

O artigo 476- A da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) estabelece que o trabalhador pode ter seu contrato suspenso, por período de dois a cinco meses, para participar de curso ou programa de qualificação profissional oferecido pelo empregador.

⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Durante o período de afastamento, o empregado recebe uma bolsa de qualificação profissional custeada pelo Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT) e uma ajuda compensatória mensal paga pela empresa, com valor definido em convenção ou acordo coletivo. 

⠀⠀⠀⠀⠀⠀

O Relator do caso ressaltou que a ajuda compensatória é calculada com base no salário líquido, o que faz com que o trabalhador receba menos do que efetivamente receberia se estivesse trabalhando – situação em que perceberia o salário bruto.

⠀⠀⠀⠀⠀⠀

STJ: REsp 1854404

⠀⠀⠀⠀⠀⠀

pt_BR
en_US pt_BR